Rurouni Kenshin

“Cada um de nós tem sua própria vida para viver. É uma jornada, não uma separação. É um começo, não um fim.” – Kenshin, Samurai X

Hey everybody! Eu sei que tenho andado beeeeeeeeeem sumido, e não posso garantir que voltarei a postar como nos velhos tempos. Mas farei o meu melhor (mesmo porque não quero ficar levando bronca do KKshi o tempo todo. Existem dois motivos básicos para este sumiço: falta de tempo e falta de idéias.

Caso não se lembrem, nós havíamos prometido nos dedicar somente a animes no blog, não falando mais sobre games. Contudo, eu sei muito mais sobre games do que animes… mas deixando as lamúrias de lado, vamos ao que interessa!

Como o título e o vídeo (um dos meus AMVs favoritos) denunciam, este post será dedicado ao anime Rurouni Kenshin, o qual, para mim, é um dos melhores de todos os tempos. Escolhi escrever sobre esta obra, pois já se tornou um pouquinho antiga (foi exibida originalmente em meados da década de 1990). Assim, existem muitos otakus que realmente não conhecem este clássico dos animes, que recebeu também uma série de OVAs, um longa, e diversos produtos especiais, como enciclopédias e histórias avulsas ( A Sakabatou de Yahiko, por exemplo).

Existem muitos jeitos de contar a história desta série, mas eu seguirei minhas memórias, evitando spoilers (na medida do possível) e detalhes muito técnicos.

A história escrita por Nobuhiro Watsuki, narra a vida de um espadachim da Era Meiji (trata-se de um período de intensa agitação política e modernização do Japão, que compreende a segunda metade do século XIX ao início do século XX), que pretende se redimir de todos os assassinatos que cometeu, e promete nunca mais matar novamente, passando a usar uma espada com lâmina invertida.

Mas, como já era de se esperar, seus antigos inimigos não desistem de caçá-lo, além de surgirem novos adversários no desenrolar da trama. Felizmente Kenshin não está sozinho, e aqui apresentamos alguns aliados principais:

– Kaoru Kamiya: “Líder do dojo Kamiya e mestra substituta do Kamiya Kashin Ryuu. A jovem shihandai (mestra substituta) nasceu em junho de 1862, na província de Chiba. Trabalhando sob a filosofia “Katsu jin Ken” (Espada para a vida) a “Miss Kenjutsu” leciona seu estilo marcial no dojo que pertence a sua família.” (Fonte: Wikipedia). Kaoru conheceu, e passou a abrigar Kenshin, após ser protegida por ele contra uma dupla de irmãos encrenqueiros que queriam tomar o dojo da família Kamiya.

– Sanosuke Sagara: “O melhor amigo de Kenshin foi ex-membro júnior do Sekihoutai, um exército formado por camponeses, liderados por Souzou Sagara. Aos sete anos abandou a família para se juntar ao grupo. No final do Bakumatsu, acompanha a traumática dissolução do grupo, por ordem governamental, sob a acusação de ser um falso exército imperial e por propagar mentiras sobre o novo governo.” (Fonte: Wikipedia). Sanosuke tornou-se uma mistura de arruaceiro e bandido, embora tivesse um bom coração e fosse um homem muito justo. Dono de uma habilidade marcial excepcional, entrou para o grupo de Kenshin após ser derrotado pelo samurai andarilho.

– Yahiko Myoujin: “Descendente de uma família de samurais, o jovem Yahiko é descrito como mal educado e boca suja, mas de personalidade reta. Perdeu seus pais quando pequeno e desde então passou a trabalhar para mafiosos como trombadinha. Foi resgatado por Kenshin e desde então treina no Dojo Kamiya no estilo Kamiya Kasshin” (Fonte: Wikipedia).

– Seijuurou Hiko: “”Confiança que beira o absurdo”, assim pode ser definido o 13º e último representante do Hiten Mitsurugi Ryuu. Vivendo nas montanhas próximas a Kyoto, o mestre de Kenshin disfarça-se com o nome de Kakunoshin Niitsu e ganha a vida como oleiro.” (Fonte: Wikipedia). Trata-se de um personagem quase enigmático, com poucas aparições, mas fundamental para o enredo, e para a evolução de Kenshin, que sempre buscava os conselhos de seu mestre em momentos de dificuldade.

O núcleo de personagens principais: 

Dentre os principais inimigos destacam-se: Hajime Saitou, o Grupo Oniwabanshuu, Makoto Shishio e o Juppongatana e Enishi Yukishiro. Para saber mais sobre estes personagens, sugerimos que assistam ao anime, ou leiam o mangá!

A série ainda recebeu muitos jogos de luta e aventura, embora poucos realmente fossem bons. Devemos destacar também a trilha sonora, tanto as aberturas e encerramentos, como as músicas do enredo, são simplesmente sensacionais e ainda são lembradas pelos fãs como um dos pontos altos da série.

Deixo ainda minha abertura e encerramento favoritos da série!

Espero que tenham aproveitado o post, seja para relembrar deste grande anime, ou para conhecê-lo.

See you next…

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Animes

Uma resposta para “Rurouni Kenshin

  1. AAAHHHH o Shishio!!! Quem leu o mangá e não se apaixonou por este personagem??? Com certeza um dos melhores vilões de mangá da história *-*/ (na minha opinião -.-)

    Bem vindo de volta e saiba que eu e o Sr. Dan estamos morando juntos e esperando sua visita ¬¬’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s