Animê não é só coisa de criança!

higurashi_no_naku_koro_ni_2_by_Crazy_megame

Já perdi a conta de quantas vezes tive (e tenho) que ouvir “anime é coisa de criança”, e, o que é pior, na maioria das vezes, estas frases são proferidas por pessoas que sequer assistiram alguma série do tipo. Em geral há uma grande confusão que acaba misturando animes, cartoons e desenhos infantis no mesmo pacote. Porque: oras, por muitos anos os desenhos foram produções quase exclusivas para o publico infantil, mas isso mudou, e faz tempo…

O que mais me incomoda é o preconceito em relação à cultura pop japonesa, tudo bem que nem todos se interessem ou admirem tais manifestações, mas a imensa maioria nem se da ao trabalho de respeitar ou buscar compreender aquilo que se propõe a criticar. Aqui está o problema, a critica sem conhecimento de causa, antes isso ocorresse só neste tema, mas ao meu ver, uma das principais características modernas, ou mesmo da sociedade que eu conheço, é a hipocrisia pautada nessas atitudes! Enfim, voltando ao tema do post, é muito fácil associar anime a infantilidade, afinal “desenho é tudo igual”…certo?

Errado! Mas esse não é o mérito da questão! Na minha opinião há que se caracterizar o que está sendo considerado “infantil”, pois, na maioria dos casos isso é expresso de maneira pejorativa, o que é um absurdo! Enfim, produzir músicas, desenhos, programas e histórias infantis não é algo fácil, que o digam Monteiro Lobato e Cecília Meireles, que apresentaram obras de extrema qualidade e coerentes com os estágios cognitivos das crianças, ou seja, são coisas úteis para a formação dos pequerruchos!

Mas, em geral, o que se entende por infantil nos remete à Xuxa, Sandy e Jr, Angélica e outras aberrações da mídia brasileira, no entanto, o que se produz nesses casos não é infantil, mas estúpido, ou seja, é voltado para “idiotas” (os fãs que me desculpem), na definição mais grosseira que essa palavra pode remeter. É nesse sentido que me revolto quando dizem que anime é coisa de criança, pois, a maioria das series que já assisti não se destina as crianças (na concepção de Lobato e Meireles), mas a adolescentes e adultos e apresentam enredos e personagens muito bem trabalhados, não raramente superando as novelas globais ou seriados televisivos vistos como “adultos” pq apresentam “pessoas de verdade”, como se isso fosse suficiente para conferir mais veracidade às historias apresentadas, que, salvo engano, são bastante previsíveis e distantes da realidade da população brasileira. Ah, mas e os animes são próximos da realidade? Alguns, mas os que não o são, ao menos não fazem essa propaganda estúpida que só engana quem quer ser enganado!

berserk

Por fim deixo uma lista básica de 10 animes que evidenciam a minha posição:

1 Evangelion

2 Gantz

3 Berserk

4 Baccano

5 Higurashi no Naku Koro Ni

6 Elfen Lied

7 Cowboy Bebop

8 Kino no Tabi

9 Ghost Hound

10 Kimi ga Nozomu Eien

Enfim, animê também pode ser algo para criança, e de fato existem series muito boas nesse sentido, mas generalizar todo o segmento da animação nipônica de modo pejorativo, demonstra nada mais do que um grande preconceito, e, não raramente, posturas assim podem ofender facilmente as pessoas.

See you next, space cowboy!

P.s: acho que ficou evidente que esse post expressa a minha visão de mundo sobre determinado assunto, logo não é uma espécie de “chilique” mas sim um desabafo. Sintam-se à vontade pra descer a lenha nos comentários!!!

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Animes

2 Respostas para “Animê não é só coisa de criança!

  1. Balls

    Muito bom, tambem ousso isso muitas vezes principalmente de meus pais, a dizer q ja n tenho idade pa ver “macacos” (tipica expressao portuguesa pa desenhos animados).
    Mas nao os tento convencer do contrario pois sei que nao adiantaria de muito, mas penso que isso mudara em alguns ano, pois cada vez conheço + gente aperciadora de animes adultos

    ;) xauzao e bons animes

  2. danionigiri

    Concordo. E colocaria Nana na lista feminina de animes adultos. Afinal, no animê tem sexo, dramas com filhos, dramas pessoais, banda de rock e vários temas que ninguém com sã consciência mostraria a uma criança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s